terça-feira, 25 de março de 2014

Os Testamentos dos Doze Patriarcas - Issacar



O testamento de Issacar, o quinto filho de Jacó
                                       
                                            
 
                                           1 
                              
       Cópia das palavras de Issacar, quando chamou os seus filhos e lhes disse: Atentem para as palavras de Issacar vosso pai; escutem a esse que é amado do Senhor. Sou o quinto filho de Jacó, gerado através das mandrágoras. Porque o meu irmão Ruben trouxe umas mandrágoras do campo, e Raquel, ao vê-las, tomou-as dele. Então Ruben chorou e o seu choro chegou aos ouvidos da minha mãe.
     
  Esse tipo de mandrágora nasce em Harã, junto aos barrancos das águas. Ela é maravilhosa, pois tem o doce aroma das maçãs. Pelo que Raquel assim falou: Não te darei estas mandrágoras, pois elas me são como filhos, porquanto tenho sido desprezada pelo Senhor e não posso gerar filhos para Jacó. Mas em lugar delas te darei duas maçãs.

       E Léia responder a Raquel: Não te é bastante já teres me tomado o marido da minha mocidade? Agora queres ficar com as mandrágoras do meu filho também?
   
    Ao que Raquel respondeu: Em troca destas mandrágoras consentirei a que te deites com Jacó esta noite.
  
     Léia, porém, retrucou: Jacó é meu, pois tenho sido sua esposa desde a sua mocidade.
      
   Mas Raquel reagiu, dizendo: Você fala bobagem, pois ele me desposou muito antes de haver se casado contigo, e foi unicamente por amor a mim que ele trabalhou quatorze anos para o nosso pai Labão. Mas por ti, o que ele fez? Por outro lado, se o nosso pai não tivesse sido tão injusto com o seu genro, tu hoje não poderias sequer olhar no rosto de Jacó.

2
       Então um anjo do Senhor apareceu para Jacó e lhe disse: Dois filhos te serão gerados em Raquel, considerando que ela tenha recusado a companhia do seu marido e preferido a abstinência sexual.
    
   De modo que se a minha mãe não tivesse dado duas maçãs [mandrágoras] pelo amor de Jacó, ela teria gerado oito filhos, mas por ter feito essa barganha com Raquel, gerou apenas seis. E foi por isso que Raquel gerou dois filhos, pois foi em virtude das mandrágoras que o Senhor se lembrou de Raquel. E Deus sabia que era por amor aos filhos que Raquel desejava a companhia de Jacó e não por luxúria ou prazer; de sorte que tão logo amanhecesse o dia ela já se afastaria dele.
   
    Portanto, foi por causa das mandrágoras que o Senhor atentou para Raquel. Porque embora ela desejasse comer aquelas mandrágoras, decidiu oferecê-las em sacrifício a Deus, e as deu ao sacerdote da época.

3
       Quando cresci, procurei andar com um coração sincero e me tornei lavrador para meu pai e para meus irmãos e lhes trazia os frutos de acordo com cada estação. Meu pai notou que eu era honesto em tudo e muito me abençoou. Nunca fui um moço desocupado nem alimentei inveja ou malícia contra o meu próximo. Jamais levantei calúnias contra alguém, nem critiquei a quem quer que fosse, pois trazia os meus olhos fitos na simplicidade.
      
    Ao atingir trinta e cinco anos, tomei esposa para mim, pois o meu trabalho me consumia as forças e eu não tinha tempo para pensar maldosamente a respeito das mulheres. Mas devido ao trabalho fatigante, o cansaço me venceu. Meu pai, porém, sempre se alegrou com a minha retidão, pois eu ofertava ao Senhor todas as primícias, e as entregava nas mãos do seu sacerdote; somente depois era que eu separava a parte que caberia a Jacó. E foi assim que Deus multiplicou em dez mil os seus favores sobre mim. E Jacó compreendia que o Senhor estava sendo o consolo na minha solidão. Na minha simplicidade eu sempre distribuía dos frutos da terra com os pobres e oprimidos.

4
       Agora, meus filhos, me escutem com atenção e procurem andar com simplicidade de coração, pois tenho reconhecido que isso é agradável perante o Senhor. Um homem de coração puro não cobiça o ouro nem defrauda contra o seu próximo. Ele não deseja os manjares mais nobres nem se interessa por muitos vestidos. Ele sequer deseja ter uma vida longa, mas se contenta com a vontade de Deus. Mas vejam só: os espíritos do engano não tem nenhum poder contra esse tipo de homem, pois ele não se detém perante a beleza das mulheres, a fim de que a sua mente  não venha ser contaminada pela corrupção.
      
     No seu pensamento não existe a inveja, nem a sua mente se ocupa com desejos insaciáveis. Ele anda na simplicidade da alma e contempla todas as coisas com a retidão do coração e não admite que os seus olhos se prendam a malícia do engano que há no mundo e que contrariam os mandamentos do Senhor.

5
       Meus filhos, sejam simples e guardem a Lei de Deus. Sejam puros de mente e não amem a astúcia. Não sejam ociosos nem se intrometam nos negócios alheios. Antes, amem ao Senhor e também ao próximo, tendo compaixão do pobre e do necessitado. Não se esqueçam da agricultura, mas se ocupem com todos os tipos de plantações, oferecendo dádivas ao Senhor em gratidão, porquanto Ele vos tem abençoado com o melhor da terra, tal como já havia feito com todos os santos homens desde Abel até aos nossos dias.
    
   Nenhuma outra porção vos tem dado o Senhor senão a gordura da terra, cujos frutos são colhidos com suor. O nosso pai Jacó me abençoou com a bênção da terra e com o melhor dos seus frutos. Levi e Judá foram glorificados pelo Senhor até mesmo entre os filhos de Jacó, pois Deus lhes deu uma herança. A Levi Ele deu o sacerdócio, e a Judá entregou o reino. Por isso vocês devem obedecê-los, e andar em simplicidade assim como eu tenho andado [porque a Dan foi dado que destruísse todas as tropas que se levantarem contra Israel].

6
       Meus filhos, eu sei que no fim dos tempos vocês abandonarão a simplicidade e se entregarão aos desejos banais; deixarão a inocência e se lançarão à malícia para desprezo da Lei do Senhor, porquanto que se darão as vaidades de Belial. Vocês abandonarão a agricultura e seguirão aos maldosos intentos do coração. Por essa razão vocês serão dispersos entre as nações e se tornarão escravos dos vossos inimigos. Portanto, falem a respeito dessas coisas aos vossos filhos, para que eles possam retornar ao Senhor o mais rápido possível, pois Ele é misericordioso e vos poupará, até que vos traga de volta para a sua terra.

7
       Sigam o meu exemplo, pois tenho cento e vinte e seis anos e não me lembro de haver cometido os pecados que são para a condenação. E a não ser por minha esposa, eu jamais me envolvi com as mulheres. Nunca cometi fornicação, nem mesmo através dos olhos. Nunca bebi vinho até me embriagar. Jamais cobicei as coisas desejáveis que pertencessem ao meu próximo. A astúcia nunca me subiu ao coração, nem a mentira esteve nos meus lábios. Se encontrasse alguém em sofrimentos, eu prontamente me oferecia para chorar com ele e com esse pobre repartia o meu pão.
     
  Sempre pratiquei a piedade e guardei a verdade a cada dia e somente ao Senhor amei, buscando em tudo servir ao meu próximo. Portanto, vocês devem procurar fazer o mesmo, meus filhos, e nenhum dos atos dos homens perversos vos atingirá. E até as bestas selvagens vocês subjugarão, desde que o Deus do céu e da terra esteja do vosso lado e vocês estejam andando entre os homens com a simplicidade do coração.
     
  Tendo dito essas coisas, ele ordenou aos seus filhos que o transportassem para Hebron e o sepultassem na cova de seus pais. Então expirou, já em boa idade, tendo cada membro do corpo em perfeita saúde e com vigor inalterável. Foi assim que ele dormiu o sono eterno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, opine, tire suas dúvidas e ajude-nos a melhorar o conteúdo desta página. Muitíssimo obrigado.